Centro Paraibana
  • Acesse sua Conta
  • Cartões
  • Cobrança

200 anos de Friedrich Wilhelm Raiffeisen

Em março de 2018 celebramos o 200º aniversário do nascimento de Friedrich Wilhelm Raiffeisen, que nasceu em Hamm, na Alemanha, no dia 30 de março de 1818 e se destacou por sua habilidade em mobilizar pessoas.

Sua família era ativamente próxima de sua comunidade para ajudar os necessitados, o que exerceu forte influência na personalidade colaborativa de Raiffeisen. Decidido a dar sua contribuição, aos 17 anos, alistou-se no serviço militar. No Exército, aprendeu a ser disciplinado e a reconhecer a importância da organização do trabalho em grupos para melhorar a vida de todos. Adquiriu também conhecimentos de engenharia e infraestrutura, que aplicou posteriormente.

Em 1845, Raiffeisen assumiu como prefeito provisório do distrito de Weyerbusch e presenciar as dificuldades que as comunidades agrícolas passavam despertou nele a ideia de envolver a comunidade na busca de soluções compartilhadas. Foi então que ele criou as caixas de crédito mútuo rurais, mais conhecidas por crédito agrícola, onde o crédito era suportado pela solidariedade dos depositantes cooperantes, que se tornavam verdadeiros sócios da mutualidade formada em torno dos empréstimos.

Sem discursos inflamados, mas com conversas cheias de lógica, bom senso e exemplos práticos, Raiffeisen conseguiu unir a população em torno de suas propostas e ficou conhecido por ser o criador do modelo utilizado para constituir a maioria das cooperativas de crédito no mundo e pela sua contribuição ao desenvolvimento do segmento. Em 1864, Raiffeisen fundou a Associação de Caixa de Crédito Rural de Heddesdorf, inspirando a criação de outras caixas rurais na Alemanha.

No Brasil, o modelo criado por Raiffeisen foi empregado pelo padre suíço Theodor Amstad, em 1902. Foi na cidade de Nova Petrópolis, no Rio Grande do Sul, que, junto a um grupo de produtores rurais, Amstad fundou a primeira cooperativa de crédito do Brasil e da América Latina, que está em atividade até os dias de hoje. A Cooperativa Sicredi Pioneira, junto com outras oito cooperativas de crédito, sobreviveu às medidas oficiais na década de 60 com a condução de Mário Kruel Guimarães, um dos principais articuladores da retomada do cooperativismo de crédito na década de 80. Mário foi precursor do cooperativismo de crédito contemporâneo, e conduziu a reestruturação do sistema cooperativo de crédito, com a criação da Central das Cooperativas de Credito do RS – Cocecrer/RS -, atual Sicredi.

Apesar do cooperativismo ser um modelo criado há muito tempo, ele ainda carrega conceitos que são cada vez mais valorizados na sociedade atual, como a cooperação, a igualdade e a transparência. Por isso celebrar essa data é uma oportunidade de conscientizar a todos sobre a história do cooperativismo e como ele é uma importante alternativa para a sociedade atual. O cooperativismo deve ser visto como método para resolver questões atuais e para sermos mais colaborativos e envolvidos com o coletivo para o bem de todos.


Fonte: GenteQueCooperaCresce.com.br