Credsuper
  • Acesse sua Conta
  • Cartões
  • Cobrança

Adote um hobby e ajude a economia a funcionar melhor

Meio&Mensagem

Você possui um hobby? Gosta de gastar seu tempo livre com uma atividade que até poderia te render algum dinheiro, mas que faz por prazer e para relaxar?

Pois saiba que esse tipo de atividade pode te ajudar a fazer da economia um sistema mais azeitado e até a economizar uns trocados…

O bom funcionamento de uma economia depende de alguns fatores, dos quais o bom funcionamento do sistema de formação de preços é um dos mais importantes. De maneira rápida, os preços podem ser formados de duas maneiras principais: de acordo com a aferição subjetiva de valor a bens e serviços pelos consumidores, ou pela formação de preço a partir dos custos de produção da empresa. O primeiro modelo serve para produtos diferenciados e o segundo serve para coisas mais comoditizadas e em mercados de concorrência perfeita.

O equilíbrio entre oferta e demanda tende a levar os preços mais próximos do segundo modelo de apreçamento, sendo que em mercados de livre concorrência, preços altos induzem à entrada de novos competidores no mercado, forçando os preços para baixo. Este movimento é importante, pois induz à produção de bens e serviços até o limite de preço de seu custo marginal de produção, reduzindo seu custo para o consumidor e maximizando a quantidade de bens e serviços produzidos, o que aumenta a quantidade de trabalho e emprego na economia.

Para que exista esse alinhamento, é importante que ambos os lados do jogo possuam um nível semelhante de informação sobre o mercado (ainda é impossível falar em informação perfeita, mas a internet nos permite cada vez mais sonhar com as possibilidades). Quanto melhor for a distribuição de informação, melhor o sistema de formação de preços consegue ser para regular este equilíbrio entre oferta e demanda.

Atualmente existe uma boa e talvez até crescente dose de assimetria de informações no mercado, e fica difícil esperar que o sistema de preços seja perfeito. Mas existe um jeito bastante prático de se reduzir a assimetria que talvez as pessoas não estejam se atentando, que é simplesmente adotar um hobby.

Quando uma pessoa adota um hobby, ela ganha algumas informações econômicas importantes, como por exemplo quanto tempo e energia são gastos na realização de uma determinada tarefa, e isso é a base para a precificação dos bens ou serviços no segundo modelo de precificação. De posse dessa informação, é possível avaliar se os preços praticados no mercado por determinado produto estão em um patamar justo.

Na mesma lógica, quanto mais hobbies uma pessoa tiver, maior será sua capacidade de avaliação de preços no mercado. Com essa capacidade de avaliação, a pessoa ganha uma escolha, que é a decisão de comprar ou fazer por si mesmo. Essa capacidade pessoal ainda tem um certo poder de spillover, que é um fenômeno de disseminação de informação e valor pelo mercado, e que ocorre quando essa pessoa discute os valores praticados no mercado com seus conhecidos, tendo como base sua experiência própria. A conclusão em um nível mais macro é que sociedades com maior nível de hobbies, ou seja, com mais pessoas resolvendo problemas por si só, são capazes de criar um sistema de preços mais eficiente.

Desenvolva seus hobbies, incentive pessoas a fazer o mesmo e troque informações. Isso permitirá a você ter uma capacidade crítica sobre o preço que é cobrado por produtos e serviços. Quanto mais você souber sobre o custo envolvido em cada tipo de atividade econômica, mais você conseguirá tomar decisões corretas e melhor será o desempenho econômico da sua região.

Lembre-se que gastar menos por produtos e serviços te permite comprar mais coisas com o dinheiro economizado. Vamos exemplificar o benefício: uma pessoa que cozinha sabe avaliar qual o prêmio está sendo cobrado por um restaurante em seus pratos e consegue fazer uma melhor escolha de restaurantes que oferecem um bom valor pelo serviço que prestam. Isso faz com que a demanda por restaurantes caros e sem qualidade diminua bastante.

Uma pessoa que goste de mexer em motores sabe avaliar melhor o preço cobrado pela mão de obra de um mecânico em serviços específicos, o que faz com que mecânicos ruins percam clientes. Uma pessoa que goste de cultivar plantas, sabe comparar os preços de frutas e verduras que conhece a dificuldade de cultivar, reduzindo a capacidade de feirantes e mercados de cobrar preços sem fundamentos.

Em todos esses casos, os indivíduos são mais capazes de decidir se querem adquirir determinado produto ou serviço ou se resolverão o problema por si mesmos. Sabendo disso, nosso incentivo é para você adotar hobbies e começar a evoluir nossa economia, não pagar mais do que deveria por produtos e serviços e ajudar a escolher aqueles prestadores de serviço que realmente merecem o seu dinheiro. Desse jeito, acaba-se gerando empregos e estimulando a economia, tudo com base na meritocracia.